É TRINTA ! É 30!!!

30 é um número bem simpático, para nós publicitários é o tempo suficiente para te seduzir, para as mulheres é quando o relógio biológico começa a urrar, para os homens, ah eles apenas completam mais um ano, para os bebes… eles estão formadinhos ganhando peso para encarar o mundão aqui fora, para mães com bebes apressadinhos, um tranquilizante, SE resolver vir “antes da hora” daremos conta do recado juntos!

 

Completamos hoje 30 semanas, cheias de muita emoção, as vezes até emoção ALÉM do necessário.

 

Tipo esse final de semana, que lindamente fui acordada por um desconforto as 4 da manhã…. e continuou, tomou forma de cólica forte e em seguida de contrações ritmadas, com direito a perda de liquido e uma mãe beirando o desespero.

 

Fora a parte ruim, aquela em que eu estava quase arrancando os cabelos de medo, desespero, dor, sono e fome, foi bom, pela primeira vez o Sr Pai conversou com a pequena e pode sentir os chuticos e chutões distribuídos sem miséria.

 

Nada supera a cara de bobo que um homem fica ao sentir um ser pitico dentro da gente. Agora vamos esperar, que ele “incorpore” o espirito de Super Pai e seja um querido tão vital como ele era como amigo da mamãe.

 

Sim agora Annie e Eu estamos bem, apesar das contrações se manterem, pelo menos 2 por dia… mas vamos acompanhando, segurando as pontas e dando graças pelo Buscopam nosso de cada dia!

 

Agora foco na reta final! Vamos a listinha do que falta:

 

ð  Definir onde/como vou parir

ð  Doula

ð  Terminar o quarto

ð  Fazer mudança

ð  Me afastar do trabalho

ð  Fazer a mala de maternidade

ð  Terminar o enxoval da Annie

ð  Fazer plano de parto

 

 

Tem coisas tão básicas e tão essenciais, que chega a me dar desespero em saber que está tudo na minha mão… ver tudo sozinha, decidir tudo sozinha, bancar tudo sozinha… =/

Depois não tem nem como não ficar ofendida quando se escuta “Mas você não fez sozinha” até porque, fazer… convenhamos que não precisa de muito esforço, mas dar conta de gerar, abrir mão de festas, de passeios, de sonhos, montar um lugar bacana para receber a cria, aguentar o sobe e desce hormonal da mãe, pesquisar junto, aprender junto, curtir os primeiros tudo juntos…. ahhh ISSO é “não fazer sozinha” , estando a cm de distancia ou com um oceano separando. Participação é opcional e vem antes de mais nada com uma série de “não” que temos que nos dizer (e nem sempre é legal).

 

Mas é isso, a magia de se tornar mãe, pai, avó…

Anúncios

Sobre SaBarth

Apaixonada, por publicidade, pessoas, viagens, desenhos animados e músicas antigas! Não necessariamente nessa ordem.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s